Embasada nas formações que integrou atuando como cantora, violonista e como contadora coadjuvante ao lado de atores, arte-educadores e contadores de histórias, Laura Campanér ciou em 2012, a Cia. Rolimã de Contos ao lado do ator e contador de histórias Fernando Bezerra. A Cia. passa então atuar com integrantes e trabalhos diferentes, sempre dirigidos ao público infantil. Entre os trabalhos realizados estão: Canta Passarinho, A Princesa e o Aviador, A Beleza da Vida e outros.

Em 2015 surgiu o primeiro trabalho autoral de contação de histórias. Acompanhada de Victor Campaner (seu sobrinho), no violão de aço, Laura mergulhou na fauna brasileira, contando para as crianças a história de bichos como Mico-Leão Dourado, o Tatu-Bola, o Lobo Guará e a Onça Pintada, conhecidos pelo risco de extinção de vida. Para o trabalho, intitulado Onde é que os bichos moram? Laura compôs 12 canções, abrindo também espaço para contar um pouco dos hábitos e habitats dos animais.

Seguindo as pegadas deste trabalho, surgiu em 2016 a contação de histórias: Pedrinho e o Tesouro da Fazenda. Também ao lado de Victor Campaner no violão, deixando Laura livre do compromisso de tocar, a contação flui em canções divertidas compostas por Laura Campanér especialmente para o trabalho que dão voz aos personagens/animais em busca do tesouro escondido.

Saiba mais:
O teatro fez parte da formação de Laura como artista desde o começo de sua carreira, tendo participado de várias contação de histórias, oficinas de teatro e arte educação. Fez cursos de interpretação poética com a atriz Elisa Lucinda e de contação de histórias com a contadora e arte educadora Clarice Schcolnic em São Paulo. Foi aluna no curso de dublagem em Estúdio de Dublagem (São Paulo), o que possibilitou a interpretação de uma gama variada de timbres e alturas vocais para a entonação de personagens.

Assista Canta Passarinho:

Assista divulgação: